Agentes Polinizadores



Agentes Polinizadores

A polinização pelo vento (anemofilia) tem lugar em muitas árvores e gramíneas.
As flores estão, geralmente, em amentilhos ou inflorescências pendentes em forma de espanador ou borlas que o vento pode sacudir facilmente. Os estames possuem também longos filamentos que fazem com que as anteras possam ser sacudidas pelo vento com maior eficácia. Desta maneira, o pólen pode soltar-se com grande facilidade. O pólen é rápido e é produzido em grandes quantidades, já que a polinização pelo vento desperdiça grande quantidade e somente pequena parte chega a sua meta, constituída pelo pequeno alvo que apresenta a superfície do estigma.

Leia também:
A Polinização
A polinização cruzada e a autopolinização
A Polinização das Borboletas e Mariposas


A polinização por insetos (entomofilia) é o método mais comum de transporte de pólen para a fecundação. Há muito tempo se sabe que a cor brilhante e o aroma das flores, não foram feitos para a satisfação estética do homem, e que seu objetivo principal é atrair os insetos.

Os agentes polinizadores de menor importância:
A água transporta o pólen de algumas plantas aquáticas. Os grãos de pólen tem flutuadores finos que os levam sobre a superfície da água até que atinjam alguma flor que esteja na superfície. Os pássaros são polinizadores freqüentes nos trópicos, os morcegos podem ser os polinizadores de algumas flores, especialmente nos trópicos. Outros animais podem também polinizar durante suas viagens, mas não são polinizadores regulares.

Nenhum comentário: