Mimetismo Mülleriano

O naturalista Johann Friedrich Theodor Müeller, conhecido também como Fritz Müller, nasceu em Erfurt na Alemanha em 1822 e faleceu no Brasil na cidade de Blumenau em 1897, Fritz Müller observou que muitos insetos tropicais, ambas as espécies miméticas possuíam um sabor repugnante para os animais atacantes. Este tipo de mimetismo, no qual duas ou mais espécies com certas propriedades perigosas que não estão relacionados e que compartilham um ou mais predadores é conhecido com o nome de mimetismo mülleriano.




Johann Friedrich Theodor Mueller


Podem existir mais de duas espécies semelhantes, e as vantagens do sistema podem ser compreendidas analisando os ensaios a que se veem obrigados os supostos atacantes. Suponhamos que um pássaro precise de 150 tentativas antes de se convencer de que um tipo de inseto pode produzir algum mal se for comido.
Se existe uma segunda espécie de sabor desagradável terá matado, entre uns e outros, trezentos insetos antes de aprender a evitar ambas as espécies. Mas se as duas, vivendo na mesma zona, tem as mesmas características de cor, só morrerão setenta e cinco indivíduos de cada espécie. Logo, o mimetismo torna-se eficaz e quanto maior for o numero de espécies diferentes que apresentem características morfológicas semelhantes, maior será a proteção alcançada.
Charles Darwin “batizou” o naturalista Fritz Müller de "Príncipe dos Observadores".

Nenhum comentário: