Quais insetos são úteis ao homem?






O ramo do conhecimento que estuda os insetos chama-se Entomologia. Estima-se que existam de 5 a 10 milhões de espécies diferentes de insetos no mundo. No entanto, bem poucos são úteis ao homem.
A abelha nos fornece mel, cera e própolis e o bicho-da-seda (Bombyx mori) fornece a seda natural.
A joaninha, o escaravelho, o maribondo-caçador entre outros, destroem numerosas larvas de outros insetos.


A abelha operária é estéril, armada de ferrão e apresenta glândulas ceríferas no abdômen, com as quais produz cera para construir as colmeias. Estas são formadas de células hexagonais: os alvéolos. As patas posteriores das abelhas são adaptadas à colheita do pólen e a armadura bucal é lambedora, colhendo o néctar, que é transformado, no papo, em mel. As abelhas vivem em sociedades organizadas e a sua criação chama-se apicultura.


O bicho-da-seda (Bombyx mori) tem o corpo aveludado e suas antenas são franjadas, como plumas. É uma mariposa ou Borboleta noturna, pousa com as asas abertas, ao contrário das Borboletas diurnas. A fêmea põe cerca de 500 ovos, de cada ovo sai uma largata (bicho-da-seda), que se alimenta de folhas da amoreira. Quando para de crescer, a lagarta se fixa em ramos ou talos de folhas e elabora uma saliva que, ao endurecer, produz um fio de seda, com o qual constrói um espesso invólucro: o casulo. Assim abrigada, a lagarta transforma-se em ninfa: a crisálida. Para se obter a seda, esvaziam-se os casulos, cujas crisálidas foram mortas pela ação do calor. A criação do bicho-de-seda chama-se sericultura.


Uma das espécies mais comuns é a de sete pontos negros. Apresenta corpo arredondado e cores vivas. As joaninhas são insetos úteis, pois se alimentam de outros insetos e de suas larvas, destruindo-os.



Nenhum comentário: