Número de Borboletas diminuem em Chernobyl, após 25 anos


Foto cortesia: Petr Kratochvil


Um estudo feito pela Universidade da Carolina do Sul, nos Estados Unidos, mostrou que após 25 anos da tragédia radioativa na usina nuclear de Chernobyl, na antiga União Soviética, em 1986, continua causando ameaças para a biodiversidade em torno de Chernobyl.
O estudo foi coordenado pelo professor de Biologia Tim Mousseau, segundo Mousseau, o número de Borboletas e outros insetos caiu, assim como o número de mamíferos também registrou queda.

Saiba mais:
Em 26 de abril de 1986, em Chernobyl (cidade ucraniana localizada a 130 km da capital Kiev) aconteceu o maior acidente nuclear já ocorrido em uma usina do gênero.
Um dos quatros reatores da usina explodiu e, em conseqüência, uma nuvem radioativa cobriu todo o centro-sul da Europa, causando danos enormes à economia, principalmente à agricultura.
Morreram 31 pessoas em conseqüência da explosão, mais de 200 pessoas ficaram feridas ou foram contaminadas pela radiação e cerca de 135 mil habitantes da região de Chernobyl tiveram que deixar as suas casas.

Nenhum comentário: